8 de julho de 2017

HOMEM É MORTO NO DISTRITO INFLUÊNCIA / CARMO-RJ NA TARDE DE SÁBADO, 08 DE JULHO DE 2017.

Um homem foi morto a golpes de faca (três), no Distrito Influência, cidade do Carmo na região Serrana do Estado do Rio de Janeiro.
O crime aconteceu por volta das 16:20h de sábado, 08 de julho, ás margens da RJ 144, estrada que liga Além Paraíba á Carmo, perto da antiga AABB. Bem perto da casa da vítima, na Rua Maria da Silva Macharet.
Segundo informações, um homem ainda não identificado teria se aproximado da vítima, houve uma curta discusão e após ter ferido o homem identificado por Clésio Felipe Inácio de Almeida, 30 anos de idade (residia na localidade em que morreu), apelido "veludo" com os golpes de faca, evadiu-se do local tomando rumo ignorado. 
Uma equipe do SAMU compareceu no local e constantou o óbito. O corpo de Felipe, continuou no Local á espera da perícia técnica por aproximadamente 10h após a constatação do óbito. Após os serviços de praxe da perícia, o corpo foi liberado, sendo removido provavelmente para o IML de Teresópolis-RJ.
Especula-se que o crime pode ter alguma ligação com o movimento de drogas. uma discursão transformou em briga começando em um bar. Um outro rapaz, Édson Ramos, também foi esfaqueado, sendo socorrido por um motoqueiro e levado para o Hospital São Salvador em Além Paraíba-MG, ficando internado. 
Nossa reportagem fez contato com o Hospital, porém não é permitido passar informações.
ATUALIZAÇÃO FEITA ÁS 09:25H. DE 09/7/2017.
Reportagem Blog do Adenilson Mendes - A Notícia É.

2 comentários:

  1. Misericórdia Jesus! Que Deus conforte essa mãe e todos os familiares. Eu gostaria de fazer um apelo as autoridades, que tente arrumar um médico legista pra Além Paraíba e alguém pra fazer a perícia pra liberação do corpo. Acho uma falta de respeito com o a vítima e com os familiares em ver um ente querido jogado ao chão por 10 horas coberto com um pano. Poderia unir os órgãos competentes tipo, Além Paraíba, Carmo, Sapucaia e arrumar peritos e legistas. Os familiares não podem pegar e indispensável da causa do óbito, a família sente. O motoqueiro Jhonata que Deus o acolha no céu, ficou do mesmo jeito.

    ResponderExcluir
  2. meu Deus! 10 horas para remoção de corpo,falta de respeito com uma familia,esse tempo todo para provar que morreu de facada,um absurdo! sò Deus para conforta essa familia,essa situação e um descaso com o ser humano.triste realidade.

    ResponderExcluir